Quer ser um lutador de MMA? Alemão dá a dica

Quer ser um lutador de MMA? Alemão dá a dica

Everton Gori

Tenho sido questionado sobre os meus horários de aula não baterem com os horários de aula de outras modalidades.

– Poxa, eu queria fazer sua aula, mas é bem no horário da minha aula de boxe ou de thai.

É isso que eu ouço sempre, mas pergunto em seguida:

– Quais dias você treina essas modalidades?

O sujeito me responde:

– Quatro vezes na semana.

A minha réplica é simples:

– Tire dois dias e troque por dois dias de wrestling.

Nossa! Por que falei isso? Parece que falei pro cara mudar de religião ou trocar de time de futebol (risos).

Muitos têm a intenção de ingressar no MMA ou no submission, mas não entendem que para evoluir é preciso abrir mão, não pensar com paixão e sim com razão e profissionalismo, deixar a arte marcial preferida só para o coração.

Eu vou além e questiono mais uma vez:

– Como vocês acham que o Chris Weidman aprendeu jiu-jítsu tão bem e o Jon Jones ficou tão bom em muay thai se ambos são wrestlers? Simples! É necessário equilibrar o treino.

Aí vem a pior parte, pois vejo lutadores de MMA treinando sua arte marcial preferida em 80% do tempo, enquanto as outras não passam de 20%. Ridículo para um candidato a lutador de mixed martial arts.

Rafael dos Anjos, campeão do UFC, disse que divide seu treino de grappling (luta agarrada) em 50%, sendo os outros 50% com wrestling e jiu-jítsu. Coisa parecida também foi dita pelo campeão do jiu-jítsu Buchecha e por um determinado lutador do UFC com o qual tenho a oportunidade de trabalhar.

Bom, então o resumo da ópera é: para um lutador de submission são necessários 50% de treinos de jiu-jítsu e 50% de wrestling. Já para o MMA, 30% de wrestling, 30% de jiu-jítsu e 40% de muay thai.

Quer ser profissional de MMA? Aja como um!

Foto: Reprodução/Facebook

EVERTON GORI, O ALEMÃO DO WRESTLING, é professor de educação física, faixa roxa em jiu-jítsu, atleta e professor de wrestling. Possui mais de 13 anos de experiência em artes marciais como boxe, caratê e kickboxing.