Pandemia adia a aposentadoria de Fábio Maldonado

Pandemia adia a aposentadoria de Fábio Maldonado

O sorocabano Fábio Maldonado tinha planos de pendurar as luvas no fim deste ano. A intenção era lutar até dezembro e depois anunciar, oficialmente, a aposentadoria dos ringues, tatames e octógonos. No entanto, a pandemia de coronavírus (Covid-19) o fez rever os planos.

Observando todos os protocolos sanitários, Fábio Maldonado tenta se manter em forma treinando de forma isolada em casa e na rua, sob a orientação do treinador Pako Oliveira. “Não estou completamente parado”, afirma.

Aos 40 anos, o sorocabano tem 40 lutas na mistura de artes marciais, com 26 vitórias e 14 derrotas. O mais recente triunfo foi em 14 de março, na Sérvia, diante do inglês Pelu Adetola, conhecido como “Diamante Nigeriano”, por decisão unânime.

No boxe profissional, o cartel de Maldonado é ainda melhor. São 30 combates realizados, 26 vitórias e apenas quatro derrotas. “Eu tinha realmente a intenção de me aposentar no fim deste ano, mas a Covid-19 mudou tudo”, comenta. “Eu preciso voltar a lutar e espero fazer isso ainda em 2020.”

Foto: Divulgação
(Notícia lida 61 vezes, 1 só hoje.)