Nathan esquece derrota no SFT e retorna aos treinos

Nathan esquece derrota no SFT e retorna aos treinos

O sorocabano Nathan Shogun conheceu a segunda derrota na mistura de artes marciais – a primeira em solo nacional. Na noite de sábado (25), ele foi superado por Marcus Jon Jones, por nocaute técnico ainda no primeiro round, durante a quarta edição do SFT (Standout Fighting Tournament), realizado em São Paulo.

Ao MMA+, Nathan reconheceu a superioridade do adversário, disse que já deixou a derrota de lado, retornou aos treinamentos e que espera ter a chance de uma revanche. “O mais importante é que minha mente continua sã”, afirma. “Tirei lições deste revés e espero voltar mais forte.”

O sorocabano está com oito lutas no MMA, sendo oito triunfos e apenas duas derrotas. Agora, ele aguarda a confirmação do próximo compromisso. “Quando me perguntam sobre a luta respondo que não ganhei, não perdi, mas aprendi, pois é assim que funciona o trabalho de um lutador.”

O SFT

Realizado no Ginásio Hebraica, em São Paulo, o SFT #04 teve duelos emocionantes. Destaques para as vitórias de Marcos Babuíno – novo campeão dos penas (até 66 quilos) da organização –, Acácio Pequeno, Felipe Buakaw e Junior Maranhão. Ao todo, foram dez lutas profissionais e quatro amadoras de MMA.

RESULTADOS OFICIAIS

Card profissional

Marcos Babuíno venceu Sérgio Soares por decisão unânime

Acácio Pequeno venceu Wagnão Gomes por decisão unânime

Felipe Buakaw venceu Clécio Brutus por decisão unânime

Junior Maranhão venceu Leandro Compri por nocaute aos 00m31s do R1

Fábio Gasolina venceu Paulo Patetinha por nocaute aos 00m45s do R1

João Sorriso venceu Roberto Leal por finalização aos 03m32s do R1

Alireza Noei venceu Murillo Trindade por finalização aos 01m54s do R1

Marcus Jon Jones venceu Nathan Oliveira por nocaute aos 01m15s do R1

Luan Oliveira venceu Rafael Sonic por nocaute técnico aos 03m41s do R1

Mohamed Nazih venceu Marcelo Alagoas por finalização aos 03m27s do R1

Card amador

Hugo Paiva venceu Genilson Nenê por interrupção médica ao fim do R1

Gustavo Américo venceu Guilherme Salgado por nocaute técnico aos 01m09s do R2

João Mesquita venceu Fagner Mineiro por nocaute aos 00m47s do R1

Natan Rossi venceu Vinícius Latinha por finalização aos 01m16s do R3

Foto: Henrique Silestrino
(Notícia lida 75 vezes, 1 só hoje.)