Micheletti busca na China o cinturão do Kunlun Fight

Micheletti busca na China o cinturão do Kunlun Fight

O sorocabano Felipe Micheletti, 27 anos, embarca novamente para a China, em busca do cinturão do Kunlun Fight, evento de kickboxing. O compromisso, marcado para este domingo (4), é diante do experiente ucraniano Roman Kryklia, em Guiyang. Em dezembro, ele participou da primeira etapa do torneio e nocauteou o chinês Liu Junchao ainda no primeiro round. O desempenho chamou a atenção dos organizadores do evento.

Estou confiante. Roman é um atleta que tem o jogo diferenciado, é alto [mais de dois metros de altura] e sabe usar bem a envergadura. Vai ser uma luta boa. Estudei bastante o jogo dele e me preparei muito. Farei o meu melhor para trazer o cinturão para casa”, diz.

Além do oponente, Micheletti terá como obstáculos a adaptação ao fuso horário (diferença de dez horas) e o clima em Guiyang que, atualmente, está em cinco graus negativos. Ele também está lutando na categoria superpesados (mais de cem quilos), acima dos 94 quilos que costuma competir. “Mas estou me sentindo forte e bem condicionado”, afirma.

Para lutar, Micheletti conta com os apoios de Adriano Carseti, Túlio Corrá, Renato Trívia, Luciano Micheletti, Paola Christiny, Tais Otsubo, Talita Branco, Valquiria Pinto, Gomixel, CT Carseti, FisioPerformance, bem como com os patrocínios de MKS e Formédica.

Foto: WGP Kickboxing

(Notícia lida 99 vezes, 1 só hoje.)