Lucas Oliveira Almeida aguarda chamado do UFC

Lucas Oliveira Almeida aguarda chamado do UFC

Dono de três cinturões da categoria até 70 quilos – Jungle Fight, Max Fight e Predador Fight – o sorocabano Lucas Oliveira Almeida vive a expectativa de ser chamado para integrar o UFC. Em tempos de pandemia de coronavírus (Covid-19), ele tem treinado em casa e se mostra otimista com a possibilidade de integrar a maior organização de MMA do mundo.

As chances de Lucas Almeida cresceram depois que o Ultimate anunciou, neste mês, a demissão de 13 atletas – veja em: encurtador.com.br/couvM. “Hoje eu sou o número um da minha categoria para entrar no UFC, mas estou preparado para lutar em qualquer grande evento do mundo”, afirma.

O sorocabano tem no cartel 12 lutas e está invicto com oito nocautes e quatro finalizações. Fala com orgulho do fato de não ter deixado nenhum combate ir para a decisão dos juízes. “É difícil encontrar alguém no Brasil que queira lutar em pé comigo”, ressalta.

Lucas Almeida conta que, antes da pandemia de coronavírus, estava treinando forte, com sparings duas vezes por semana, focando no jiu-jítsu, no kickboxing e aprimorando a preparação física. “Por ser um striker, intensifiquei o treinamento de defesa de queda”, acrescenta.

A expectativa dele era integrar um grande evento de MMA até julho. Agora, no entanto, é procurar manter ao menos a preparação física em dia e aguardar o fim da crise causada pela doença. “Tudo tem a sua hora. Deus sabe o que faz. Estou me mantendo ativo para quando voltar fazer uma adaptação e retomar os treinos da mesma forma intensa”, finaliza.

Lucas2

Fotos: Divulgação
(Notícia lida 1 vezes, 1 só hoje.)