Leandro Rufino lesiona o braço perde luta no boxe

Leandro Rufino lesiona o braço perde luta no boxe

Pelo menos por enquanto foi adiado o sono do sorocabano Leandro Rufino de conquistar um cinturão no boxe profissional. No sábado (16), ele foi derrotado, por nocaute técnico, pelo sueco Pezhman Seifkhani (foto em destaque). A luta, válida pela categoria peso-pesado, foi realizada em Örebro, Suécia.

Rufino começou pressionando, mas na metade do primeiro round sentiu o braço direito logo após acertar um soco na linha de cintura do adversário. “Eu estava machucado desde os treinos, mas fiz tratamento e cheguei inteiro para a luta”, conta. “Francamente eu não sei o que aconteceu.”

Sem conseguir usar o braço lesionado nem mesmo para fazer guarda, todos os duros golpes do oponente foram entrando, principalmente os desferidos na cabeça. Rufino conseguiu sobreviver ao segundo assalto, mas no terceiro, após duas quedas, o juiz decidiu encerrar o confronto e decretar o nocaute técnico.

Foi o décimo triunfo de Seifkhani, que ainda não sabe o que é derrota no pugilismo profissional. De quebra, ele ficou com o cinturão da RBO (Royal Boxing Organization), que estava vago. O sorocabano, por sua vez, conheceu o primeiro revés em oito lutas – seis vitórias e um empate.

Já em Sorocaba, Leandro Rufino pretende tratar o braço machucado antes de pensar em como vai dar sequência à carreira. Ele reconheceu a superioridade do sueco, mas acredita que poderia ter melhor sorte se estivesse 100% em condições. “Cheguei bem fisicamente e não esperava por esta lesão”, lamenta. “Agora vamos descansar, tratar a lesão e depois pensamos no futuro.”

Sorocabano antes da luta e após com o braço machucado

Sorocabano antes da luta e após com o braço machucado

Fotos: Divulgação
(Notícia lida 1 vezes, 1 só hoje.)