As combinações de Jon Jones no MMA

As combinações de Jon Jones no MMA

Everton Gori

Jon Jones é o atleta que melhor combina muay thai com wrestling. Quando se sente em perigo no striking (trocação), ele usa o wrestling. Como, por exemplo, na luta contra Lyoto Machida. Ao encontrar dificuldades em achar o bom carateca, Jones o botou pra baixo e venceu na sequência. Já contra Mauricio “Shogun” Rua (foto), usou o wrestling já nos primeiros instantes. O brasileiro era um perigoso striker. Por isso, ele logo o levou para o chão, onde Shogun tentou, sem sucesso, usar seu forte jogo de meia-guarda. Jones, em boa base, em nenhum momento oscilou na posição e, com cotoveladas, minou o brasileiro. Em pé, usou toda variação de golpes da luta das oito armas e derrotou Shogun, tornando-se campeão meio-pesado do UFC.

E quanto a Lidell…

Chuck Liddell, o The Iceman, foi o atleta de grande relevância a usar o wrestling às avessas, ou seja, não para derrubar e sim ficar em pé. Muitos atletas oriundos do wrestling perderam para os de jiu-jítsu por fazerem o que fazem de melhor: derrubar. Porém, o chão a arte suave fala mais alto. Chuck e seu time começaram a se especializar em defender quedas e se levantar na grade e a estrategia deu certo. Assim, The Iceman conseguia se defender das quedas obrigando todos a trocar golpes em pé com ele, inclusive os caras do jiu-jítsu. Por isso, foi campeão do UFC durante um bom tempo.

Foto: UFC/Open Graph Image

EVERTON GORI, O ALEMÃO DO WRESTLING, é professor de educação física, faixa roxa em jiu-jítsu, atleta e professor de wrestling. Possui mais de 13 anos de experiência em artes marciais como boxe, caratê e kickboxing.